fbpx

Danilo Gentili – Do extinto CQC para seu próprio programa no SBT

por Brenda Borges
Publicado: Última atualização em

Reconhecido como um dos precursores e idealizadores do movimento do stand-up comedy no Brasil e considerado da “nova geração do humor”. Danilo Gentili foi membro do Clube da Comédia Stand-Up e do Comédia ao Vivo, no qual foi um dos seus fundadores.

Na televisão, ganhou destaque nacional como repórter do programa humorístico CQC, exibido pela Band. No mesmo canal, o comediante criou e apresentou, entre 2011 e 2013, o Agora É Tarde.

Em 2014, mudou-se com a equipe do Agora É Tarde para o SBT, onde passou a apresentar o The Noite com Danilo Gentili.

A adolescência conturbada de Danilo Gentili

Danilo Gentili Júnior mais conhecido popularmente apenas por Danilo Gentili, é o filho mais novo de Guiomar Gentili, dona de casa, e de Danilo Gentili, técnico de máquina de escrever.

Nascido em São Paulo, cresceu em um bairro de classe média de Santo André, até se mudar para a cidade capital São Paulo. Com uma adolescência revoltada, Danilo Gentili chegou a levar 6 suspensões e uma expulsão em sua época de escola.

Aos 18 anos de idade, perdeu seu pai em consequência de um ataque do coração. Após seis meses, sua irmã mais velha, Karina Gentili, morreu em um acidente de carro.

Danilo na Tv e sucesso no CQC

Em 2003, Danilo Gentili se formou no curso de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda pela Universidade do Grande ABC. Três anos mais tarde, fundou o Comédia Ao Vivo, um show de humor de sua própria autoria.

Ainda em 2006, passou a fazer parte do espetáculo de comédia Clube da Comédia Stand-Up. Além de sua formação, Danilo também é chargista e cartunista, mantendo uma coluna nas segundas-feiras no jornal Metro Jornal. Em 2008, recebeu o prêmio de “Paulista do Ano” pela revista Veja.

Após algumas aparições na televisão, principalmente na MTV, Danilo foi selecionado para participar do programa de humor Custe o Que Custar ou mais conhecido pelas siglas CQC, da Band.

O jornalista Danilo Gentili durante seu período no CQC.

Danilo Gentili na frente do Senado durante a gravação do quadro Repórter Inexperiente. (Foto: Reprodução/ Google).

No programa, Danilo Gentili conquistou rapidamente destaque graças ao quadro Repórter Inexperiente, no qual se passava por um novato que só fazia perguntas confusas aos entrevistados. O quadro, que a princípio era temporário, acabou gerando grande sucesso e fez com que a emissora efetuasse o comediante para o elenco do programa.

Danilo Gentili como “terror dos políticos”

Devido ao término do quadro, o humorista passou a produzir matérias de rua e na área política para o programa CQC.

A primeira vez que Danilo Gentili visitou o Congresso Nacional, foi expulso por fazer perguntas diretas e ácidas demais, lhe dando o título de “terror dos políticos”, que tentavam a qualquer custo evitar as perguntas do repórter.

Confrontando os políticos com verdades que os espectadores gostariam de falar, Danilo chegou a ser expulso do Senado por Renan Calheiros. Também já foi agredido por guardas em São Bernardo do Campo e por funcionários da cidade de Analândia, pelo quadro Proteste Já.

O empresário e escritor Danilo Gentili

No ano de 2009, lançou seu primeiro livro “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola”, pela editora Panda Books. No livro, Danilo Gentili ensina passo a passo como se tornar o pior aluno da escola. Em consequência de algumas polêmicas, o livro acabou recebendo o selo para maiores de 18 anos.

Em 2010, junto à seu colega de profissão, Rafinha Bastos e do produtor Ítalo Gusso, tornou-se empresário ao fundar o Comedians Comedy Club em São Paulo. Sendo um dos primeiros lugares lançados no Brasil com atrações desse gênero. O clube funciona durante todas as noites da semana, com um comediante diferente.

Em outubro, às vésperas da eleição presidencial, proibido de fazer piadas sobre candidatos na TV, Danilo Gentili realizou sua primeira apresentação solo de stand-up político em uma transmissão online pelo portal Uol.

No mesmo ano, Danilo lança o seu segundo livro, também chamado de Politicamente Incorreto. Assim como no show Politicamente Incorreto, no livro, o humorista critica e faz piadas ácidas sobre a situação atual da política no Brasil e do descaso com a população.

Estreia do programa solo de Gentili

Seu programa exclusivo Agora é Tarde, estreou junho de 2011 na Band e surpreendeu com a audiência e boas críticas. Danilo Gentili dividia a atenção do programa com os humoristas Marcelo Mansfield, Murilo Couto e Léo Lins, além da banda Ultraje a Rigor.

Meses após sua estreia, e devido aos grandes índices de audiência, o programa passou a ser exibido também na terça-feira, anteriormente transmitido apenas nas quartas e quintas.

O apresentador Danilo Gentili em seu programa na Band.

O apresentador Danilo Gentili durante a gravação de seu programa na Band “Agora é Tarde”. (Foto: Reprodução/ Google).

Em novembro de 2011, Danilo anunciou sua saída do programa CQC por conta de seu programa solo Agora É Tarde. Segundo o mesmo, sua agenda não iria conseguir conciliar os dois trabalhos.

No último programa da temporada 2011, ele se despediu da atração sendo homenageado pelo programa, Danilo Gentili terminou sua participação dizendo: “Eu tenho muito a agradecer a vocês”.

Sucesso de Danilo Gentili na Band

A segunda temporada do Agora É Tarde, foi iniciada em janeiro de 2012, e marcou o início da transmissão do programa também pela rede BandNews FM. Em abril, o programa passou a ser exibido nas sextas, em comemoração à sua 100.ª edição.

Em 2012, Danilo Gentili lançou seu terceiro livro, intitulado A Vida e Outros Detalhes Insignificantes, lançado novamente pela editora Panda Books. O humorista escreve sobre costumes de sua família, detalhes de seus antigos relacionamentos, tudo em forma de piada.

Em setembro do mesmo ano, foi anunciado que seu livro Como se Tornar o Pior Aluno da Escola seria adaptado para o cinema. Mantendo o nome do livro para o filme e dirigido por Fabrício Bittar, o filme foi lançado em abril de 2017.

Estreia no cinema e problemas com a Band

Danilo Gentili estreou no cinema no filme Mato sem Cachorro. Convidado em 2009 para participar do elenco, o filme abriu em 2013 o Festival de Cinema do Rio de Janeiro com críticas positivas.

O personagem de Danilo é um dos protagonistas ao lado dos atores Bruno Gagliasso e Leandra Leal. De acordo com o portal R7, a “irreverência e o conforto do humorista nas telonas é tamanho que ele se deu ao direito de aparecer nu em cena.”, o humorista também colaborou com o roteiro do filme com diálogos adicionais.

Após uma possível crise na emissora, o programa de Danilo Gentili foi afetado pelos cortes em dezembro de 2013, fazendo com que seu programa de sexta fosse apenas reprisado.

Neste mesmo mês, a Band vetou a exibição do especial de Natal do programa em que reuniu convidados nonsense. Segundo alguns rumores, pessoas ligadas a emissora consideraram o episódio de mau gosto pela data comemorativa.

Danilo Gentili no SBT com The Noite

Depois de uma possível insatisfação de Danilo em relação a rede Band, os rumores de uma possível mudança de emissora ganharam forças. Com isso, Danilo Gentili foi contratado pelo SBT, que pagou uma multa rescisória pela contratação.

O humorista Danilo Gentili em seu programa no SBT.

Danilo Gentili durante a gravação de seu programa “The Noite”. (Foto: Reprodução/ Google).

Mantendo sua antiga equipe de emissora, com exceção de Marcelo Mansfield, o humorista estreou em março de 2014, seu novo programa The Noite. Tendo como primeiro convidado o comediante Fábio Porchat.

O programa superou as expectativas do SBT, aumentando de forma expressiva a audiência da emissora, chegando a marcar o dobro do que o SBT estava acostumado a alcançar nessa faixa de horário.

Danilo lança seu próprio jogo!

Com a estreia da terceira temporada do The Noite, em março de 2016, o programa faz a sua primeira troca de cenário desde a sua estreia, além de ganhar novos quadros. Para divulgar a nova temporada do talk show, o SBT criou anúncios interativos no YouTube, nos quais Danilo Gentili aparece pedindo para que os anúncios não fossem “trolados” pela pessoa que o visualizou.

Caso o anúncio fosse “trolado”, o elenco do The Noite trolaria o apresentador. No final do mesmo mês, é lançado seu mais novo jogo para celulares com os sistemas operacionais iOS e Android, chamado de Corre, Danilo, Corre!.

Danilo Gentili: polêmicas e processos

Além da fama como humorista e apresentador, Danilo Gentili também é bem conhecido por suas declarações polêmicas em suas redes sociais e entrevistas, e pela grande lista de processos que ganha por causa delas.

Em 2012, o apresentador foi acusado de racismo, um de seus comentário foi direcionado ao jornalista Thiago Ribeiro que, no mesmo ano, teria publicado um vídeo compilado das ofensas de Danilo na internet.

Danilo usou o Twitter para falar com Ribeiro e acabou comparando-o a um macaco, ao oferecer bananas para ele. Thiago chegou a abrir um processo contra Gentili, mas o apresentador foi inocentado da acusação.

Mais uma vez nas redes, Danilo Gentili ao se sentir ofendido por uma usuária que decidiu parar de segui-lo por conta de seus comentários, declarou: “o importante é não deixar de seguir o “Vigilantes do Peso”. Alguns seguidores seguiram sua linha de piada, o que gerou uma acusação de que Danilo estaria incitando a gordofobia.

Danilo também já chamou de “gênio” um homem acusado de estuprar uma garota inconsciente. O post em questão foi apagado pelo mesmo pouco tempo depois, mas até mesmo jornalistas e outras personalidades da mídia se pronunciaram a respeito, inclusive o jornalista José Trajano. Danilo Gentili voltou a suas redes sociais para dizer era contra qualquer tipo de violência e que seu post havia sido mostrado fora de contexto.

Gentili é uma das pessoas mais influentes no Twitter

Em 2016, Danilo Gentili dublou o personagem Gustavinho, protagonista da animação brasileira BugiGangue no Espaço. Ao lado de Fefa, dublado por Maisa Silva, e outros sete personagens.

O longa metragem mostra as aventuras do clube Bugigange após uma nave alienígena cair em um local próximo a da cidade em que vivem os personagens. O filme foi lançado nos cinemas em fevereiro de 2017.

Junto ao cineasta pernambucano Josias Teófilo, o humorista gravou o documentário O limite do humor, baseado em seu livro (ainda não publicado) sobre as tentativas de censura aos comediantes no Brasil.

Em dezembro de 2019, foi o único brasileiro que entrou na lista da empresa norte americana BrandWatch, como uma das pessoas mais influentes do Twitter.

Related Articles

Deixe seu comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia Mais