fbpx

Xuxa Meneghel – A apresentadora que marcou gerações de ‘baixinhos’

por Brenda Borges
Publicado: Última atualização em

Nascida em Santa Rosa, no Rio Grande do Sul, Xuxa Meneghel recebeu esse emblemático apelido graças a seu irmão Bladimir.

Conhecida por muitos como a “Rainha dos Baixinhos”, construiu o maior império de entretenimento infanto juvenil. No início da década de 1990, chegou a apresentar programas de televisão no Brasil, Argentina, Espanha e Estados Unidos ao mesmo tempo.

Em seus principais trabalhos como cantora, lançou 35 álbuns de estúdio e 23 álbuns de vídeo que já venderam mais de 50 milhões de cópias, tornando-se uma dos artistas recordistas em vendas de discos no mundo.

Em homenagem ao seu nascimento

Maria da Graça Meneghel popularmente conhecida pelo nome artístico de Xuxa, tem seu nome de batismo em homenagem à Nossa Senhora das Graças. Seu pai, Luís Floriano Meneghel ao saber que o parto de sua filha seria de risco, prometeu-lhe dar esse nome se tudo desse certo.

Filha de Alda Flores da Rocha Meneghel, a apresentadora passou o início de sua infância na cidade natal e aos sete anos toda sua família se mudou para a cidade do Rio de Janeiro, onde viveu no bairro de Bento Ribeiro, subúrbio da capital fluminense.

O seu tão famoso apelido foi criado pelo seu irmão Bladimir, se tornando popular entre os familiares e amigos.

A grande modelo internacional Xuxa

Xuxa iniciou sua carreira como modelo aos dezesseis anos de idade, sendo em abril de 1980 já estava estampando a capa de uma das principais revistas da época, a Carinho. Naquele mesmo ano, a modelo chegou a ser capa de mais de 80 revistas.

No final de 1982, posou nua pela primeira vez para a famosa revista Playboy, tendo seu ensaio reeditado pela versão argentina da revista em 1991 sem seu consentimento

Nesse mesmo período, foi contratada como modelo da agência Ford Models, a mais popular do país, e passou a desfilar para grandes grifes do país, além de aparecer em trabalhos nos Estados Unidos e Europa.

Em 1983, a modelo estreou nas telonas com o filme “Amor, Estranho Amor”, interpretando o papel de uma prostituta que seduzia e levava para a cama o filho de 12 anos de seu ex-amante. O filme causou certo constrangimento quando ela se tornou apresentadora infantil e uma falsa lenda de que ex-modelo era envolvida com pedofilia a levou a processar o Google em 2011.

A escolha entre as duas carreiras de Xuxa Meneghel

Aos vinte anos, a modelo foi convidada pelo diretor Maurício Sherman para apresentar o programa infantil Clube da Criança, na extinta Rede Manchete.

Foi nessa mesma época que sua agência exigiu que ela fizesse a escolha entre a carreira de modelo ou de apresentadora. Xuxa então escolheu seguir a carreira de apresentadora infantil, o formato de seu programa era algo inovador na época, misturando desenhos animados com brincadeiras e atrações musicais.

Xuxa Meneghel durante as gravações de seu programa infantil.

Xuxa Meneghel e as Paquitas durante as gravações do Xou da Xuxa.(Foto: Reprodução/ Google).

O sucesso da apresentadora na televisão chamou a atenção do diretor Márcio Lúcio Vaz, que lhe ofereceu um salário três vezes maior para ela se apresentar com seu programa infantil na emissora Rede Globo, oferta que foi aceita pela mesma.

Em junho de 1986, estreou o Xou da Xuxa , um programa diário com seu próprio nome e que foi exibido por quase 6 anos de segunda a sábado de manhã. Marcando uma geração inteira.

Uma das mulheres de maior destaque no mundo

Em 1986 durante seu programa de Natal, a apresentadora recebeu seu oitavo disco de platina,que era um prêmio concedido a cada 250 mil cópias vendidas do primeiro álbum.

O LP Xou da Xuxa, da gravadora Som Livre, já tinha vendido a marca de mais de 2 milhões de cópias, conseguindo até então o recorde sul-americano absoluto de venda em um só disco. A cantora tinha vendido mais do que Roberto Carlos naquele ano.

Com o sucesso, a cantora lançou sucessivamente uma série de seis discos sob a marca. Os dois mais famosos foram o “Xou da Xuxa 2 e 3”, que nessa mesma ordem quebrou os recordes de seu primeiro disco, chegando a 2,7 milhões e a 3,3 milhões de vendas.

Durante essa mesma época, a cantora saiu em turnês gigantes e que chegaram a ser vistas por milhões de pessoas. Em 1987, o jornal francês Libération incluiu a apresentadora na lista das 10 mulheres de maior destaque do planeta, ao lado de mulheres como Margaret Thatcher (primeira-ministra britânica na época) e também a norueguesa Gro Harlem Brundtland.

Estreia da ‘Rainha dos baixinhos’ nas telonas

Em 1988, Xuxa lançou seu primeiro filme, intitulado “Super Xuxa contra Baixo Astral”. O longa-metragem de quase 1 milhão de reais, foi o terceiro filme mais visto nos cinemas brasileiros naquele ano e o filme nacional mais visto do ano.

Em paralelo ao seu programa infantil, a apresentadora começou a desenvolver outros projetos na televisão para ampliar seu público.O primeiro exemplo foi o do programa “Bobeou, Dançou”.

O quadro fez tanto sucesso que a direção da TV Globo decidiu torná-lo um programa independente. Com a direção de Marlene Mattos e ao contrário do Xou da Xuxa, seu formato consistia em gincanas baseadas em ditados populares.

Em junho de 1990, a cantora lança seu segundo filme solo, Lua de Cristal, sendo seu maior sucesso de bilheteria, vendendo 5 milhões de ingressos e estando em 21º lugar no ranking de filmes nacionais mais vistos de 1970 a 2011 segundo a Ancine (Agência Nacional do Cinema). O tema musical com o mesmo nome se tornou um dos maiores sucessos de sua carreira.

Xuxa Meneghel “A Madonna latino-americana”

Em novembro de 1990 Xuxa foi convidada para entregar o Prêmio Emmy Internacional na categoria de melhor programa infantil e apresentar uma de suas canções, na festa de premiação.

O New York Times, destacou seu estrondoso sucesso no Brasil e na América Latina, em uma matéria feita pelo correspondente no Rio de Janeiro, James Brooke. A publicação destacou as vendas de discos da apresentadora em 1990, já chegavam à 12 milhões de cópias, além de 300 mil cópias vendidas com o seu primeiro álbum em espanhol.

Foi considerada pela New York Magazine a Madonna latino-americana. Em 1991 sucesso de Xuxa no Brasil expandiu-se para a América Latina, devido ao hit Ilariê. A canção “Lua de Cristal” em espanhol atingiu a 35° posição da Billboard Hot Latin Songs.

Em 1991, Xuxa aparece na 37ª colocação da Forbes entre as 40 mais ricas celebridades daquele ano, com um faturamento de US$ 19 milhões de dólares. Xuxa foi a primeira brasileira a integrar a lista.

O sucesso internacional na televisão

O Paradão da Xuxa surgiu como programa independente após o sucesso do quadro de mesmo nome apresentado em seu outro programa. A atração tinha três horas de duração, e diferentes cantores e grupos musicais se apresentavam no programa.

Foi neste ano que Xuxa fez sua estreia na TV Argentina com o El Show de Xuxa, exibido pela Telefe, a maior emissora do país. Também 1992, a apresentadora lançou o programa Xuxa Park na Espanha, na Tele 5. Neste período, morava 15 dias no Brasil, quinze dias na Argentina e gravava uma vez por mês na Espanha para dar conta de cinco programas simultâneos.

A apresentadora durante as gravações do programa Planeta Xuxa.

A apresentadora durante as gravações programa Planeta Xuxa. (Foto: Reprodução/ Google).

No mesmo ano foi escolhida pela People, uma das 50 pessoas mais bonitas do planeta. Entre 1986 e 1992, chegou a receber cerca de 139 discos de ouro, 52 de platina e 10 de diamante, atingindo 18 milhões de álbuns vendidos em seis anos.

Novos programas e lançamentos de Meneghel

Em 1994, após a morte do piloto e namorado da apresentadora na época, Ayrton Senna, a mesma decidiu reorganizar suas prioridades, retornando ao Brasil e diminuindo seu ritmo de trabalho para ficar próxima da família.

Em junho voltou a programação da TV Globo com o infantil Xuxa Park, uma versão brasileira de seu projeto espanhol. O programa, dirigido por Marlene Mattos, era dividido em oito blocos e misturava brincadeiras, números musicais e desenhos animados.

Junto com o novo programa, a cantora lançou o álbum Sexto Sentido, ganhando um certificado de diamante pelas cópias vendidas. Para a divulgação do álbum, a cantora embarcou em uma nova turnê, que levava o mesmo nome. A turnê Sexto Sentido durou dois anos e, ainda, englobou as músicas do álbum Luz no Meu Caminho.

Em paralelo ao Xuxa Park, a apresentadora comandou o Xuxa Hits. O programa surgiu como um quadro mas devido ao seu imenso sucesso tornou-se um programa solo. No programa, as Paquitas usavam roupas de colegiais e formavam o grupo New Generation, o grupo You Can Dance também fazia parte do elenco nas apresentações.

No auge de seu sucesso, em dezembro de 1996, o programa foi cancelado, em consequência do Planeta Xuxa, que estreou no ano seguinte, e teria um formato semelhante.

Incêndio em sete e possível aposentadoria de Xuxa

Inspirado no Xuxa Hits, foi criado o programa Planeta Xuxa que estreou em abril de 1997 e rapidamente se tornou um sucesso entre os que cresceram acompanhando a carreira da Rainha dos Baixinhos.

Inicialmente, o “Planeta” era exibido nas tardes de sábado da TV Globo, fazendo com que a cantora apresentasse dois programas no mesmo dia, já que o Xuxa Park ocupava toda as manhãs da emissora. O programa era focado nas apresentações de músicos e bandas de sucesso.

Em 11 de janeiro de 2001, um incêndio causado por um curto-circuito interrompeu a gravação do último bloco de seu programa, ferindo 26 pessoas. O fogo destruiu os cenários, gerando pânico entre as 300 pessoas que estavam no estúdio – entre elas, 200 crianças.

O fogo começou na nave espacial, em que Meneghel entraria nos próximos cinco minutos antes do fogo se alastrar. O “Xuxa Park” foi cancelado à pedido da própria, que chegou a cogitar uma aposentadoria.

Lançamento de Xuxa Só Para Baixinhos

Em 2001, após a emissora decidir que o Xuxa Park não voltaria ao ar devido à repercussão do incêndio, conciliando seu público infantil e jovem, lançou o projeto Xuxa Só Para Baixinhos, que trazia clipes para cada uma das músicas e era destinado às crianças. No mesmo ano é lançado o XSPB 2, vencendo o Grammy Latino na categoria de Melhor Álbum Infantil.

Em consequência de conflitos e desentendimentos entre a cantora e Marlene em relação a sua carreira, a parceria das duas chegou ao fim após duas décadas. Com isso, a apresentadora colocou fim ao Planeta Xuxa para dedicar-se integralmente ao público infantil.

Em outubro estreia o Xuxa no Mundo da Imaginação, exibido nas manhãs de segunda a sexta com uma hora de duração e 32 quadros educativos exibidos alternadamente ao longo da semana. Após muitas reformulações para reverter a baixa audiência, o programa chegou ao fim em 31 de dezembro de 2004.

Os famosos namoros de Xuxa Meneghel

Entre 1981 e 1986, Xuxa namorou o jogador de futebol Pelé estampando diversas capas de revistas e comerciais televisivos juntos. Entre 1988 e 1991 namorou o piloto de Fórmula 1 Ayrton Senna, com quem teve um relacionamento conturbado com muitas idas e vinda, além de queixa de ambos os lados pela falta de tempo.

Entre 1997 e 1998 namorou o ator Luciano Szafir. Durante o relacionamento, Xuxa disse à Luciano que queria ter um filho com ele. Em 28 de julho de 1998 nasceu a filha do casal, Sasha Meneghel, que teve o parto noticiado no Jornal Nacional durante uma reportagem de 10 minutos.

Xuxa Meneghel, Luciano Szafir e Faustão.

Xuxa e Luciano Szafir anunciam a gravidez no programa do Faustão. (Foto: Reprodução/ Google).

Apesar de não terem continuado o relacionamento, Meneghel e Luciano continuaram amigos e protagonizaram o filme Xuxa e os Duendes 2: No Caminho das Fadas. A apresentadora cogitou ter outro filho com Luciano em 2002, porém desistiu.

Em 2009 os dois retomaram o relacionamento durante alguns meses, porém voltaram a terminar. Desde dezembro de 2012, a apresentadora namora o ator Junno Andrade.

Quedas de audiência e rompimento com gravadora

Em junho de 2003, a apresentadora inaugurou um parque de diversões com o seu nome. O Mundo da Xuxa, localizado em São Paulo fazia parte dos maiores parques da América Latina e possuía 18 atrações.

Após derrotas sucessivas de audiência com o Xuxa no Mundo da Imaginação, a TV Globo reformulou novamente a atração comandada pela cantora, mudando o nome e a faixa etária e em abril de 2005 estreou o TV Xuxa. Após muitas mudanças por não conseguir manter a emissora na liderança da audiência, o programa teve seu último episódio em dezembro de 2007.

Em 2009 Xuxa lançou o filme Xuxa em O Mistério de Feiurinha. O filme foi estrelado por sua filha Sasha Meneghel nos cinemas e contou com a participação de grandes nomes como Hebe Camargo, Luciano Szafir, Luciano Huck, Angélica e outros.

Em sua carreira musical, Meneghel rompeu com a gravadora Som Livre, assinando com a Sony Music. Em outubro de 2010 Xuxa deu uma entrevista explicando seu rompimento com a antiga gravadora era devido a orçamento apertado para o tamanho dos seus projetos.

Problemas de saúde tiram a apresentadora do palco

Em abril de 2011, Xuxa lança o programa Mundo da Xuxa, na TV Globo Internacional. A atração era exibida para assinantes brasileiros em todos os continentes de segunda à sexta-feira e mostra os melhores momentos da carreira da apresentadora na Globo.

Com sucesso nas manhãs, o programa TV Xuxa foi transferido paras as tardes de sábado em 2011, substituindo a Sessão de Sábado. Seu programa chegou ao fim definitivamente em 25 de janeiro de 2014, devido a problemas de saúde da apresentadora.

Em 2015 após diversos manifestos de fãs para a reprise do Xou da Xuxa no Canal Viva o grupo Globosat decide atender o pedido, porém tudo foi cancelado devido ao rompimento da apresentadora e a Globo. Em maio de 2014, após cinco anos na Sony Music, a cantora então retorna à gravadora Som Livre.

Rompimento entre Globo e Xuxa Meneghel

Após 29 anos de TV Globo e fora do ar há mais de um ano com o fim do TV Xuxa, a apresentadora assinou com a emissora Rede Record em março de 2015. A chegada de Xuxa na sede da emissora foi transmitida ao vivo pelo Programa da Tarde, com direito a uma coletiva de imprensa montada especialmente para ela no Teatro Record.

Após muitas especulações sobre como seria e em que horário seria exibido, a apresentadora estreou o Xuxa Meneghel, um programa com seu nome, em agosto de 2015 nas noites de segunda-feira da Record TV.

O programa misturava entretenimento, diversão, emoção, humor, atrações musicais, entrevistas, games e reportagens especiais. Seu último episódio foi ao ar em 19 de dezembro de 2016.

Estreia de Xuxa na Record TV

Depois de ter seu lançamento adiado várias vezes, a Som Livre lançou em dezembro de 2016, o décimo terceiro volume do Xuxa Só Para Baixinhos. Gravado em 2014, e previsto para ser lançado em setembro de 2016, o XPSB 13 lhe rendeu uma indicação ao Grammy Latino.

Em 3 de abril de 2017, Xuxa estreou o programa Dancing Brasil, uma versão brasileira do programa estadunidense Dancing with the Stars, produzido pela Endemol Shine e exibido pela emissora Record TV.

Xuxa Meneghel no comando do programa The Four Brasil.

A apresentadora Xuxa Meneghel durante programa The Four Brasil.(Foto: Reprodução/ Google).

Em 2019, a apresentadora estreou dois novos programas: The Four Brasil, uma competição musical exibido nas noites de quarta-feira, e Geração Xuxa, seu primeiro programa infantil em 12 anos, exibido na plataforma PlayPlus em formato de talk show com crianças.

Related Articles

Deixe seu comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia Mais