fbpx

Supercine Nada Será Como Antes Hoje 19/09/2020

por Brenda Borges
Publicado: Última atualização em

Nada Será Como Antes é uma série de televisão brasileira produzida e exibida pela Globo entre 27 de setembro e 20 de dezembro de 2016, em 12 episódios. A série sofreu uma adaptação para sua versão em filme, exclusivamente para sua exibição no Supercine.

Criada por Guel Arraes e Jorge Furtado, é escrita pelos próprios com João Falcão, tendo direção geral de Luisa Lima, direção de Isabella Teixeira, direção de fotografia de Walter Carvalho e direção artística de José Luiz Villamarim.

Conta com Débora Falabella, Murilo Benício, Daniel de Oliveira, Letícia Colin, Bruna Marquezine, Jesuíta Barbosa, Osmar Prado e Cássia Kiss nos papéis principais.

Sinopse Supercine Nada Será Como Antes

Em 1951, cansado da polarização das rádios e de olho no progresso tecnológico internacional, Saulo (Murilo Benício) e Otaviano (Daniel de Oliveira) se juntam para inaugurar a primeira emissora de televisão brasileira, a TV Guanabara. Saulo vive um romance controverso com Verônica (Débora Falabella), uma mulher julgada por todos por ser desquitada e que, apesar de amar o empresário, mantém um caso com Richard (David Wendefilm).

Já Otaviano e sua irmã Júlia (Letícia Colin), noiva de Vitor (Igor Angelkorte), se envolvem ao mesmo tempo com com a aspirante à atriz Beatriz (Bruna Marquezine), que ninguém imagina que está seduzindo os dois para se vingar do pai deles, Pompeu (Osmar Prado) e assassino de sua mãe, Odete (Cássia Kiss). Além disso, Beatriz também se envolve com Davi (Jesuíta Barbosa), que se torna obcecado por ela.

Laura (Greta Antoine) se interessa por Saulo e tenta seduzi-lo de toda forma, sem imaginar que é filha dela, fruto de um antigo caso com Carmem (Virginia Cavendish). Já o roteirista da TV Guanabara, Aristides (Bruno Garcia) vive um romance proibido com Rodolfo (Alejandro Claveaux), o maior galã da emissora, que apesar de ser gay tenta esconder o fato de todos por ser absurdo para a época.

Corujão I neste Sábado

Para quem gosta de uma boa comédia nacional, o Corujão de Hoje está imperdível, trazendo o filme,  Eu, Tu, Eles (2000).

Três anos depois de deixar sua pequena cidade brasileira para se casar, Darlene retorna com uma criança mas nenhum marido. À procura de apoio, ela encontra Osias e se casa com ele, mas logo chama a atenção de Zezinho, o primo de Ozias, e eles se casam também. Finalmente vem Ciro, o estranho e misterioso de boa aparência que se torna seu terceiro marido. Todos lhe dão filhos, criando uma família incomum, mas amorosa.

Related Articles

Deixe seu comentário

* Ao utilizar este formulário concorda com o armazenamento e tratamento dos seus dados por este site.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar, se desejar. Aceitar Leia Mais